Luz ,Fé , Sombras – Centro Rio de Janeiro!

Orquestra Sinfônica Brasileira, o descaso e a Arte.

Músicos da Orquestra Sinfônica Brasileira em momento único na cidade das Artes.

O prédio, situado na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro foi construída pra acomodar e ser a nova sede da OSB e seus integrantes em 2013.   A OSB vem sofrendo com a crise política e sócio econômica brasileira e está sofrendo hoje o descaso e abandono do estado.

A nove messes sem receber salários , seus integrantes tentam sobreviver com a música da melhor forma possível. A orquestra hoje sobrevive de doações de colaboradores e entidades filantrópicas. Mesmo assim não é o suficiente!  E o que mais parecia ser um sonho, somente agora neste mês de Julho de 2017,  talvez venha a se tornar realidade. Recentemente conseguiram, dias antes deste ensaio fotográfico, a OBS numa conversa positiva com a fundação Cidade das Artes, recebeu a indicação de que a permanência da OSB será viabilizada em condições bem melhores do que a gestão passada. Hoje aos poucos, esse panorama está mudando, mas ainda precisa de muita ajuda externa!

A Orquestra Sinfônica Brasileira é um dos maiores patrimônios culturais do Brasil.

Protege-a !

Músicos no ensaio:: Victor Botene (viola), Nikolay Sapoundjiev (violino), Emilia Valova (violoncelo), Paulo Guimarães (flauta), Maria Fernanda Gonçalves (oboé), Felipe Destéfano  (fagote) e Thiago Tavares (clarinete).

 

Obrigado a todos da OSB pelo carinho e receptividade e espero de coração que a música de vocês se propague pela eternidade com essas fotos.

Humberto Ohana

3 feridos, 1 morador morto por granada na Zona Sul carioca Copacabana. Pavão, Pavãozinho!

 

 

GRAFITE/ARTE -LUNA BUSCHINELLI- RIO DE JANEIRO BRASIL

A artista gráfica Luna Buschinelli, de 19 anos de idade, posa para fotos no topo de um prédio ao lado do mural que pintou na fachada da Escola Municipal de Rivadávia Correa, na Avenida Presidente Vargas, entre a Candelária Igreja e Central do Brasil no centro do Rio de Janeiro, Brasil, em (10 de junho de 2017). Instalada em uma das áreas mais movimentadas da cidade, a instituição entregou seus muros a jovem Luana Buschinelli para exercer sua arte e …

… talento único, o trabalho poderá receber nos próximos dias o título de maior grafite do mundo pintada por uma mulher através do Guines Book (livro dos recordes). Nos últimos dias, Luna esteve trabalhando na escola das 8h às 18h para dar vida ao seu mural, que faz parte do projeto (Rio Big Walls) da Secretaria Municipal de Cultura. Ela nunca teve um curso de desenho, mas se aventurou na arte desde a infância. Foto: Humberto Ohana/ Frame Photo.